Arquitetura Folclórica - Paraíso da Boêmia

Conhecida como o “Portão Sul do Paraíso da Boêmia”, com pouco mais de 2.500 habitantes e fiel às suas tradições, a cidadezinha de Sobotka tem o seu centro como área de conservação da arquitetura folclórica. Também, é a sede de um dos Monumentos Culturais de Tchéquia - o Castelo de Caça Humprecht.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Dezembro 06, 2019

Além das incontáveis belezas naturais, a porção da Tchéquia conhecida como Paraíso da Boêmia é repleta de tradições culturais. Para o turista, se o tempo escasso não permite mergulhar na atmosfera das tradições, usos e costumes a alternativa é escolher passeios e selecionar uma das comunidades locais. Por exemplo, Sobotka, a vila com pouco mais de 2.500 habitantes, chamada “Portão Sul do Paraíso Boêmio”.

Em especial, entre os literatos nascidos em Sobotka destaca-se o escritor, dramaturgo e poeta Fráňa Šrámek (1877-1952). Ele é homenageado com um busto na praça da cidade, e com o Festival de Língua, Fala e Literatura Tcheca (Šrámek Sobotka). Anualmente, o festival ocorre na primeira semana das férias escolares tchecas, abrindo o  verão. Além de oficinas, palestras e leituras de obras, acontecem espetáculos teatrais e concertos. Na cidade, vida e obra do poeta estão documentadas no Museu Fráňa Šrámek (Náměstí míru 3), aberto de segunda a sexta-feira, das 09 às 12h30min; e aos sábados, das 09 às 12 horas.

Castelo de Caça Humprecht – A grande atração de Sobotka é o Castelo de Humprecht, construído no século 17 para ser residência de verão e pavilhão de caça do conde Humprecht Jan Černín. Um dos símbolos do Paraíso da Boêmia, este castelo foi erguido entre 1666 a 1668, sob projeto e orientação do arquiteto italiano Carlo Lurago. A construção ocorreu no início do período barroco, e utilizou elementos do renascimento tardio e do maneirismo.

Durante muito tempo, o Castelo Humprecht foi destaque nos meios culturais e artísticos, por conta de diferenciar arquitetonicamente de antecessores e contemporâneos do gênero. Destaques para a forma oval do seu plano térreo, a iluminação diferenciada do salão superior, e o ornamento incomum – uma lua crescente – no topo do telhado. Restaurado pela administração pública de Sobotka, que é hoje a proprietária, o castelo recebeu em seus interiores um espaço de exposições.

No Castelo de Humprecht está reproduzido o cenário da ocupação durante os seus anos de glória, nos séculos17 e 18. Ocupa o topo de uma colina, cujas encostas são cobertas por um parque florestal. Nele há animalzinho silvestres, muitas espécies floríferas e de pássaros, árvores exóticas, 5 km de trilhas demarcadas e sinalizadas, e bancos para descanso e contemplação da natureza. Desde 2008, o castelo é  declarado Monumento Cultural Nacional.

Nos dias atuais, moradores ou não em Sobotka podem utilizar a antiga residência de verão dos Humprecht para realizar a sua cerimônia de casamento. A diferença está somente no preço: 2 mil coroas tchecas (77,36 euros) para residentes; 5 mil coroas tchecas (193,40 euros) para não residentes. Para ambos, é cobrado também uma taxa a título de administração, no valor de 1 mil coroas tchecas (38,68 euros). A cerimônia pode acontecer no salão de banquetes (para até 100 pessoas); na galeria do castelo (para menos de 20 pessoas); ou nas escadarias e seu entorno (capacidade ampla).

Serviço

Você está interessada(o) em realizar o seu casamento no Castelo Humprecht, e quer mais informações? Escreva em inglês e envie por e-mail: svatbyhumprecht@seznam.cz

 

Castelo Huprecht

Sobotka

Arquitetura folclórica em Tchéquia

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Tchéquia para principiantes: 16 dicas importantes para sua primeira visita

Vai viajar para a República Tcheca pela primeira vez?  Compartilhamos algumas informações práticas bastante úteis, para que tudo seja muito simples.

Experiencia de viagem
Hotel Intercontinental praga, luxo brutal

Construído no estilo arquitetônico brutalista, o edifício do Hotel InterContinental Praga fica às margens do rio Moldava, e mima seus hóspedes com perfeita oferta de delicados luxos.

Experiencia de viagem
Tábor e os Hussitas

É muito provável não haver na República Tcheca uma cidade mais misteriosa e perturbadora do que Tábor. O seu perfil, com vários monumentos e multicor, exibe edifícios renascentistas, com rica decoração.  Surpresas presentes também nos subterrâneos, que escondem um labirinto de túneis e adegas interconectados.

Experiencia de viagem