Loket, o imbatível cotovelo do rio Ohře

Em seu curso sinuoso, o rio Ohře circunda a pequena cidade de Loket, cujo nome significa “cotovelo” em tcheco. Uma fortaleza localizada naquele ponto estratégico guardou a história dos últimos oito séculos. E todo o conjunto é de uma beleza que não deixa ninguém indiferente.

Por: Jess Garbarino

Publicado: Agosto 03, 2023

O Castelo de Loket tem fama de impenetrável e sua aparência geral confirma seu prestígio, além de despertar a imaginação de crianças e adultos. O rio Ohře, que ali forma um meandro quase circular, funcionou como um fosso de defesa, enquanto a encosta íngreme até o topo e as grossas muralhas do castelo fizeram o resto do serviço. Porém – vantagens do turismo moderno –, hoje é muito fácil atravessar a bela ponte que leva à sua entrada principal e passear pelos pátios e salas desta fortaleza que tem história desde o século XIII.

Sem dúvida, o castelo medieval de Loket é um excelente pretexto para viajar até esta pequena cidade de cerca de três mil habitantes, situada a apenas 15 quilômetros de Karlovy Vary. Porém, existem várias outras atrações para se desfrutar quando decidir explorar a cidade e seus arredores. Além de provar as deliciosas cervejas produzidas na microcervejaria local, San Florian.

Castelo de Loket

Aproveitando o fácil acesso, a primeira coisa a fazer em Loket é percorrer o seu castelo-fortaleza, que o convida a viajar um pouco para a Idade Média da Boêmia.

A primeira evidência escrita da existência do Castelo de Loket data de 1234, embora alguns historiadores suspeitem que o assentamento possa ser até dois séculos mais antigo. Com o tempo, a fortificação foi passando de mãos e foi se modificando, tanto a sua estrutura como a sua função, até se transformar no portentoso edifício de estilo gótico que hoje se pode admirar.

Durante o percurso pelos interiores, pode-se ver diversas exposições, como uma de porcelana local, ou ver um meteorito com mais de 100 quilos que caiu na região por volta do ano de 1422. Ou simplesmente desfrutar do agradável pátio, ver as masmorras com seu museu de tortura ou ainda subir a torre para obter belas vistas dos arredores.

Reza a história que o famoso Imperador Carlos IV (aquele que deu nome à Ponte Carlos em Praga e à cidade de Karlovy Vary) tinha um apreço especial por este local, apesar de ter sido a sua prisão quando era apenas uma criança.

Outra pessoa famosa que ficou fascinada por Loket foi o escritor alemão Johann Wolfgang Goethe. Ao menos até a jovem Ulrika von Lewetzov rejeitar sua proposta de amor durante uma dança no terraço do hotel Bílý kůň. A partir daí, indignado, Goethe jurou nunca mais voltar.

Um passeio pela cidade

A ponte do século XIX que atravessa o rio Ohře e leva ao castelo é também a entrada principal da charmosa vila de Loket, que fica ao pé da fortificação. A rua principal de Loket é a T.G. Masaryka e ali, bem perto da entrada, fica a cervejaria San Florian (Pivovar Svatý Florian), que produz sua própria cerveja, entre outras especialidades, e possui uma interessante coleção de canecas de Karlovy Vary, especialmente desenhadas para beber as águas minerais. Elas estão expostas numa espécie de museu que pode ser visitado no último andar. O local é excelente para parar e matar a sede depois de passear pelo castelo e antes de iniciar a caminhada pela vila.

Em seguida, pode-se ver a prefeitura, em estilo barroco, com sua cúpula bulbosa, a igreja de São Venceslau e a coluna da peste, coroada com uma estátua da Santíssima Trindade. Um pouco mais adiante está a Torre Negra, que é a única torre de defesa que resta do sistema de proteção medieval, onde você pode subir para ter outra perspectiva de Loket. Chama a atenção também o hotel Bílý kůň, onde foi partido o coração de Goethe, e uma estátua em sua homenagem, para lembrar que apesar de tudo, a cidade se orgulha de sua passagem por suas ruas.

Vistas panorâmicas

É sempre bom deixar o melhor para o final e isso em Loket equivale a reservar um bom tempo para explorar os mirantes que oferecem vistas magníficas de Loket. Para isso, atravesse novamente a ponte, desta vez no sentido contrário ao do castelo e percorra os caminhos que correm entre os vários mirantes, onde poderá apreciar a curva do rio Ohře em toda a sua beleza, abraçando a vila coroada de sua imponente fortaleza.

Canais relacionados

Castelos e Palácios
14 castelos e palácios tchecos cheios de mistérios, segredos e um ou outro crime

Há infinidade de rotas que revelam as facetas mais bucólicas ou românticas da República Tcheca. Porém, às vezes o que nos apetece é vivenciar experiências causadoras de grandes emoções. Convidamos você a visitar 14 castelos e palácios que escondem tramas e mistérios dignos da melhor ficção.

Castelos e Palácios
Castelo Křivoklát, cenário medieval para hospedagem, lazer e cultura

Vivenciar por um dia ou mais os costumes e as tradições medievais e apreciar eventos culturais e festivos é a proposta do Castelo Křivoklát, a 50 km de Praga.

Castelos e Palácios Experiencia de viagem
Cinco estilos arquitetônicos de Praga, na República Tcheca

Entre muitas coisas, Praga é um verdadeiro showcase de arquitetura. Do românico antigo ao pós-moderno, há inúmeras escolas representadas na cidade – e todas convivendo harmoniosamente. Veja aqui cinco exemplos impressionantes de arquitetura da capital tcheca.

Castelos e Palácios
Pacotes